Maria Augusta Orofino
nov 8 th, 2018
Consultores-Empresas Nenhum comentário

Como um consultor externo conduzirá a empresa para a transformação digital

Quando se pensa em transformação digital, é natural fazer uma associação com aplicações operacionais, principalmente a partir da automação e das possibilidades do mobile. Porém, promover as mudanças necessárias para adentrar nessa nova fase do mercado requer muito mais que tecnologias, é preciso um preparo por inteiro, passando pela estruturação de um planejamento, organização de etapas e entendimento de onde se está e para onde se quer ir. É neste cenário que um consultor externo que conheça as transformações digitais pode fazer a diferença.

 

Esse citado consultor externo pode catalisar os estágios da migração para a transformação digital a partir da sua expertise na área e, mais ainda, realizar um estudo aprofundado sobre a realidade dos negócios. Lembrando que repensar o core business, colocando na balança as oportunidades do digital, é o que faz a empresa ganhar tanto escalabilidade quanto produtividade. Por isso, é tão imprescindível utilizar da maior gama de ferramentas existentes para extrair valores e oferecê-los ao público.

 

Um consultor externo de alta performance é o protagonista da virada de chave para uma cultura de inovação, um ambiente que estará preparado para fazer parte da transformação digital. A potencialização dos recursos, o aumento da produtividade e a redução de custos são consequência de algo maior. E, para tanto, deve-se elaborar um passo a passo de como se dará a evolução dos processos da empresa. Nisso, o consultor atuará na análise e, por sua vez, na composição de uma estrutura que engloba desde a forma de pensar até como será a liderança da organização. Isso faz com que se esteja pronto para detectar oportunidades, reconhecer obstáculos e abraçar soluções que otimizarão produtos e serviços.

 

No quê, especificamente, um consultor que domine a transformação digital pode ajudar nessa área? Há três itens bastante relevantes que serão intensificados e, até mesmo, concretizados com a ajuda de um especialista. São eles:

 

1. Convergência de dados: mais do que automatizar, é essencial convergir o que está sendo gerado de informação. O que requer uma inteligência tecnológica e uma cultura orientada para isso. Assim, é possível conhecer a si mesmo, o público, os fornecedores, os parceiros e os próprios concorrentes.

 

2. Inovação digital: para inovar é fundamental experimentar. Aqui entra a máxima de segurança na empresa. Ou seja, a equipe deve estar segura para testar, analisar, errar, aprender, melhorar e testar novamente.

 

3. Pensar em comunidades: se nenhum homem é uma ilha, o mesmo vale para as empresas. Criar comunidades é estabelecer pontes para novas colaborações e parcerias.

Conexão consultor externo e empresas

Se este consultor externo é tão vital, como as empresas devem agir para se conectarem com eles? A Beefind, por exemplo, faz a interface entre os profissionais e os contratantes. As empresas publicam projetos e são apresentadas a experts do mercado. Para que dê certo a parceria, há especialistas que irão complementar as necessidades do negócio, podendo atuar com estratégia e inovação, recursos humanos, vendas e comercial, processos e projetos, finanças, marketing e comunicação. Se a intenção é entrar na transformação digital, faz sentido utilizar uma ferramenta decorrente dessa nova era. A plataforma funciona com um cadastro, registro de projeto, descrição do trabalho, curadoria, apresentação do perfil de consultores externos compatíveis, seleção do consultor externo.

 

No contexto da transformação digital, uma plataforma não é unilateral. Ela serve como um meio de conectar pessoas. Portanto, o consultor é, igualmente, estimulado a participar dessa conexão. Esse profissional pode entrar em contato com as empresas e se candidatar para projetos nos quais se sente apto para prestar consultoria ou treinamento. Nas mesmas áreas citadas anteriormente, o profissional pode atuar ainda com workshops e palestras. Por sua vez, para que as empresas entendam como se dá o cadastro, o consultor externo irá criar seu perfil, fazer sua descrição, buscar projetos, candidatar-se, ser selecionado e, após a aprovação, entrar em contato com o demandante para finalizar a efetivação.

 

Ser bem sucedido na transformação digital começa na contratação adequada um consultor externo. Dessa forma, cada ponto será alinhado para que a empresa obtenha as melhores soluções. Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Comentar

Compartilhe a BEEFIND

Compartilhe o conhecimento em suas redes!