Maria Augusta Orofino
out 24 th, 2018
Consultores-Empresas Nenhum comentário

7 ferramentas que otimizam o RH digital

A transformação digital é um investimento sólido e com objetivos. Porém, para que as empresas que estão adotando novos processos e modernizando sua cultura consigam alcançar o que planejaram, é fundamental que exista um alinhamento interno, o qual deverá contar com os setores-chave da organização. Isso inclui o RH digital, que é estratégico dentro desse contexto. Isso porque se trata de um departamento que diariamente lida com dois desafios que definem como é a cultura e os valores entregues para o mercado, são eles a contratação de pessoas em sintonia com a empresa e a transformação do trabalho em inovação.

 

Em entrevista sobre a transformação do RH digital, Mira Fitria Soetjipto, diretora de RH, TI e gestão de estratégia da The Body Shop Indonésia, conta que quando entrou na empresa, a maioria dos processos relacionados com o departamento era feito manualmente ou por meio de mecanismos que utilizavam papel. No entanto, era algo que dificultava o atendimento dos funcionários. Nisso, entendeu que enquanto a organização passava pela transformação digital, a equipe também precisava vivenciar digitalmente essa jornada. Caso isso não acontecesse, seria complicado fazer com que as pessoas se relacionassem com a visão da empresa.

 

A partir das demandas ocasionadas pela transformação digital, a especialista adotou iniciativas para promover o RH digital. Para ela, a palavra “parceria” é um dos principais elementos desse desafio. Não somente a associação interna, mas ao selecionar os fornecedores que proporcionam a solução mais adequada às necessidades do negócio. Além disso, enfatiza que a mudança de mentalidade, apesar de assustadora, é preciso ser assumida com responsabilidade pelos líderes de RH. Os CEOs devem, igualmente, apoiar a estratégia da digitalização, pois quando a equipe percebe tal compromisso, a energia e a paixão de líderes seniores, há uma motivação maior para um novo mindset.

 

A base, ainda assim, como percebido pela especialista, está nas boas práticas e inovações, como a digitalização dos processos de RH, deixando para trás métodos obsoletos e adotando soluções baseadas em tecnologia. O RH digital, por sua vez, pode ter um impacto enorme em diversos aspectos de um negócio, desde a cultura da empresa até a eficiência e produtividade. O que acontece por conta da absorção de inovações tecnológicas que reinventam espaços, focam na diversidade e na inclusão, fomentam um ambiente de aprendizagem. A missão do líder de Recursos Humanos, de acordo com Cíntia Bortotto, Diretora de RH da Stefanini, passa de gestor de talentos para gestor de experiências da equipe.

 

Conheça algumas das ferramentas que potencializam e otimizam o RH digital.

 

7 ferramentas de RH digital

A Diretora de RH, Cíntia Bortotto, ressalta que a combinação da mobilidade com conceitos novos, como o Design Thinking, pode gerar o desenvolvimento de aplicativos pelas próprias organizações. O objetivo é facilitar os processos de trabalho, fazendo com que sejam mais agradáveis e produtivos. Além disso, na pesquisa da Deloitte, sobre tendências globais do capital humano, apresentada no artigo “RH Digital: Plataformas, pessoas e trabalho”, é explicado que o papel do RH é de transformar as organizações em digitais. Elas devem ser digitais e não somente fazer digital. Mas isso só acontece a partir da exploração de novas tecnologias. Saiba quais são as ferramentas que podem contribuir com essa revolução dos recursos humanos.

 

  1. O serviço de chatbot e inteligência artificial, Wada e Wendy, ajuda no recrutamento e planejamento de carreira dos funcionários, mostrando oportunidades profissionais dentro da empresa. Wendy conversa com candidatos e os ajuda a entender a cultura da empresa e processos de contratação.
  2.  

  3. O processo de recrutamento pode gerar diversas dúvidas e, por isso, o chatbot Mya, da Firstjob, faz com até 75% das perguntas sejam eliminadas.
  4.  

  5. O fornecedor de software Unitive se baseia em inteligência artificial para escrever job descriptions norteados por discussões reais.
  6.  

  7. A IBM apostou em uma plataforma de aprendizado digital. O sistema permite que cada pessoa publique conteúdos importantes, organiza informações e recomenda treinamentos.
  8.  

  9. Novamente, a IBM desenvolveu um sistema de gerenciamento de carreiras, no qual as pessoas obtêm auxílio para encontrar empregos e atribuições, por meio da observação dos pares.
  10.  

  11. O Royal Bank of Canada montou uma equipe para implantar um aplicativo que ajuda os seus profissionais a aprender sobre os novos empregos, adentrar na cultura da empresa e conhecer suas equipes online.
  12.  

  13. Agora, é possível utilizar plataformas, como a Beefind, para as empresas se conectarem com consultores e vice-versa. Assim, os primeiros conseguem encontrar consultores para seus projetos e, por sua vez, os segundos encontram oportunidades.
  14.  

Está preparado para adotar uma ferramenta de RH digital? Deixe suas dúvidas e sugestões!

Comentar

Compartilhe a BEEFIND

Compartilhe o conhecimento em suas redes!